Home - Outros Destaques - AD preocupada com o estado da saúde em Oliveira do Hospital

AD preocupada com o estado da saúde em Oliveira do Hospital

Rita Júdice diz que a sua lista pretende lutar pela conclusão do IC6 até à Covilhã e resolver os problemas do IP3…

Os candidatos da Aliança Democrática (AD) pelo círculo eleitoral de Coimbra visitaram ontem o Centro de Saúde de Oliveira do Hospital e saíram do local preocupados com aquilo que lhes foi transmitido pelo médico Pedro Loureiro, o qual deu conta que há cerca de 7,5 mil utentes no concelho sem médico de família, algo que se agravou com a baixa de dois clínicos, elevando para mais de dez mil os oliveirenses que não possuem médico de família. A cabeça de lista, Rita Júdice, confessou que toda esta situação é demasiado preocupante e que tem de ser resolvida.

“As pessoas não podem tomar decisões em Lisboa sem conhecerem o terreno e os problemas das comunidades locais. Se queremos reter pessoas no interior e combater as assimetrias existentes no país temos de oferecer a estas pessoas um bom serviço de saúde. Mas infelizmente este é o espelho do que se passa no país e o nosso compromisso é suprir estas lacunas no país e no distrito de Coimbra, em particular”, explicou Rita Júdice no final da visita àquela instituição, com o ex-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital Mário Alves a salientar que os oliveirenses não podem, particularmente em casos de urgência, andar a ser transportados para Arganil ou Seia.

“A população de Oliveira do Hospital tem de ter, em tempo útil, assistência médica e não andar a ser encaminhada para os concelhos vizinhos, até porque temos cerca de 23 mil utentes. É um aspecto de capital importância”, sublinhou, com Rita Júdice, uma candidata natural de Coimbra, a vincar que é importante as pessoas da região votarem na AD para dar mais força aos deputados que vão defender esta causa. “Não adianta ter estruturas se não tiverem médicos”, salientou, numa alusão à aposta da autarquia na remodelação do Centro de Saúde.

Rita Júdice lembrou ainda que outra das bandeiras dos candidatos da AD por Coimbra passa por lutarem pela conclusão do IC6 até á Covilhã. “É uma das nossas bandeiras porque estes territórios não podem continuar isolados. Os oliveirenses e todos os residentes desta região podem contar com este nosso compromisso. A coesão territorial não pode estar apenas no papel. É preciso criar condições para seja uma realidade. Não podemos pactuar com isto”, insistiu. Outro dos candidatos Maurício Marques deixou também a garantia que os deputados do distrito de Coimbra da AD vão lutar pela conclusão da via que o socialista oliveirense Paulo Campos, antigo secretário de Estado das Obras Públicas, foi incapaz de concretizar. “Além disso o ex-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital [José Carlos Alexandrino] também nada fez para resolver este problema, apesar das ameaças que proferiu de não se candidatar se a obra não fosse realizada, algo que também não cumpriu”, rematou.

 

LEIA TAMBÉM

Alvoco celebra os 50 anos do 25 de Abril com várias iniciativas

“Alvoco sempre foi uma terra onde a Democracia se preservou. Com estes eventos que iremos …

ESTGOH e ESEC lançam mestrado conjunto em Gestão em Turismo e Inovação Territorial

A Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC) e a Escola Superior de Tecnologia e …