Home - Últimas - Espanhóis apresentam as melhores propostas para reabilitação do IP3
IP3

Espanhóis apresentam as melhores propostas para reabilitação do IP3

As construtoras espanholas lideram a corrida ao concurso público internacional para uma intervenção no IP3, entre Santa Comba Dão e Viseu, deixando a via com perfil de auto-estrada. As propostas apresentadas pela Ferrovial e pelo consórcio formado pela Acciona estão na frente, numa lista de dez propostas ao procedimento lançado em Julho do ano passado, refere uma notícia do jornal Eco. Os espanhóis da Ferrovial apresentaram o valor mais baixo para a obra, avançando com uma proposta de 103,3 milhões de euros, ficando 20,6 por cento abaixo do valor base de 130 milhões de euros previsto para esta empreitada, segundo os valores a que o ECO teve acesso. Na lista segue-se a proposta liderada pela também espanhola Acciona, em consórcio com a DST, com um preço de 109,2 milhões de euros.

A espanhola FCC, em consórcio com a portuguesa Alberto Couto Alves (ACA), apresentam, segundo a notícia do Eco, a terceira melhor oferta para a construção (114,99 milhões de euros), seguindo-se a ABB (117,99 milhões de euros), o grupo formado pela Teixeira Duarte, Gabriel Couto e Embeiral (118,15 milhões de euros) e a Mota-Engil (128,9 milhões de euros).

As outras quatro construtoras (Ilhaugusto, Sacyr Somague, Fernando L. Gaspar e Conduril) que manifestaram interesse no concurso apresentaram valores acima do valor base fixado para esta empreitada, com a Conduril a apresentar a proposta mais cara, acima de 175 milhões de euros.

O Governo, recorde-se, lançou no passado mês de Julho o concurso para uma intervenção no IP3, entre Santa Comba Dão e Viseu, num investimento de 130 milhões de euros. Em causa está a ligação “entre Santa Comba Dão e Viseu, com perfil de auto-estrada”, ou seja, duas faixas de cada lado. “Terminaremos estas intervenções no IP3 com mais de 85 por cento com perfil de auto-estrada e uma percentagem muito reduzida, por impossibilidade física de duplicação, sem ser com duas faixas de cada lado”, detalhou o ministro das da altura Infra-estruturas João Galamba.

A expectativa era que a adjudicação da obra ocorresse durante este Verão, enquanto o prazo de execução estará dependente da disponibilidade para introduzir maiores ou menores constrangimentos no trânsito local.

LEIA TAMBÉM

Nelas promove formação em suporte básico de vida e manuseamento de extintores aos auxiliares das Escolas do Concelho

O Município de Nelas promoveu, no dia 24 de Fevereiro, formação em Suporte Básico de …

Nelas isenta empresas da derrama até 150 mil euros

As empresas e comércio do concelho de Nelas vão ter isenção da derrama até 150 …