Home - Economia - Mangualde quer colocar alimentos de produção local nas escolas e IPSS’S do concelho

Mangualde quer colocar alimentos de produção local nas escolas e IPSS’S do concelho

Autarquia quer aplicar nas cantinas o Manual de Identidade Alimentar Dão Lafões…

A Câmara de Mangualde quer começar a aplicar o Manual de Identidade Alimentar Dão Lafões na cantina da Escola Secundária Felismina Alcântara (ESFA) e alargar, numa segunda fase, a mais duas cantinas do Agrupamento de Escolas de Mangualde, onde, diariamente, são servidas, no total, 1300 refeições. A autarquia pretende também apostar nos produtos alimentares de produção local, num processo que deverá envolver os agricultores da região.

“O objectivo é incutir na nossa comunidade escolar a identidade alimentar da nossa região”, justificou o vereador com o pelouro da Educação, Rui Costa, no Salão Nobre dos Passos do Concelho, esta quarta-feira, durante a apresentação do livro que pretende promover a dieta mediterrânica, produção e consumos locais e combater o desperdício alimentar.

“Para que tenhamos uma alimentação mais saudável, é importante implementar o que consta no Manual de Identidade Alimentar Dão Lafões, uma ferramenta de utilidade pública”, sublinhou.

“Além das escolas, as IPSS´S [Instituições Particulares de Solidariedade Social] podem ser um parceiro importante, assim como a Confraria [das Febras e da Enogastronomia de Mangualde], os Bombeiros, que muitas vezes preparam refeições para os operacionais, e a sociedade civil”, afirmou Rui Costa.

Entre os parceiros a envolver neste projecto, o vereador da Educação, também com o pelouro da Agricultura, considera igualmente relevante para um fornecimento alimentar de qualidade “envolver os produtores e agricultores, que devem ser pagos a um preço justo”, afirmou. “É um caminho que teremos de fazer”, concluiu.

Desenvolvido ao longo do ano passado, este livro que envolveu a comunidade, realizou-se no âmbito do Plano Nacional de Alimentação Equilibrada e Sustentável (PNAES) e da Estratégia Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (ESANP).

O Manual de Identidade Alimentar de Viseu Dão Lafões é o resultado do primeiro eixo do projecto Identidade Alimentar em Viseu Dão Lafões e surge de uma parceria e candidatura conjunta dos Grupos de Acção Local deste mesmo território, nomeadamente a ADRIMAG – Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Serras do Montemuro Arada e Gralheira – entidade coordenadora da parceria; a ADD – Associação de Desenvolvimento do Dão; a ADDLAP – Associação de Desenvolvimento Dão, Lafões e Alto Paiva; e a ADICES – Associação de Desenvolvimento Local e  também pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões.

LEIA TAMBÉM

Nelas promove formação em suporte básico de vida e manuseamento de extintores aos auxiliares das Escolas do Concelho

O Município de Nelas promoveu, no dia 24 de Fevereiro, formação em Suporte Básico de …

Nelas isenta empresas da derrama até 150 mil euros

As empresas e comércio do concelho de Nelas vão ter isenção da derrama até 150 …