Home - Sem categoria - Municípios elaboram Plano de Avaliação de Recursos Hídricos na Serra da Estrela

Municípios elaboram Plano de Avaliação de Recursos Hídricos na Serra da Estrela

Os municípios de Guarda, Covilhã, Seia, Gouveia, Celorico da Beira e Manteigas celebraram hoje um contrato de parceria para elaboração do Plano de Avaliação dos Recursos Hídricos do Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE). O estudo, que surge no âmbito do Plano de Revitalização da Serra da Estrela, criado pelo Governo após o incêndio de 2022, tem como objectivos o planeamento e a gestão integrada dos recursos hídricos da totalidade da área do conjunto dos municípios do PNSE, “como factor potenciador do desenvolvimento social e económico dos vários sectores de actividade, com destaque para os sectores do abastecimento de água potável, agricultura, pecuária e florestas, hidroelectricidade, indústria e turismo”.

A gestão administrativa e executiva da parceria é da responsabilidade do município da Guarda, fazendo parte da mesma todos os municípios signatários do contrato.

A cerimónia de assinatura do documento decorreu hoje nos Paços do Concelho da Guarda, na Sala António Almeida Santos, na presença da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

Segundo o presidente da Câmara Municipal da Guarda, Sérgio Costa, que falou em nome dos restantes autarcas do PNSE, o estudo já está a ser elaborado e o trabalho deverá ficar concluído “no mais curto espaço de tempo”. Sérgio Costa realçou ainda que é a primeira vez que os autarcas do PNSE “se sentam à mesa com um objectivo comum”, que é concretizar o estudo do Plano de Avaliação dos Recursos Hídricos.

O documento deverá ficar pronto “durante o Verão” para depois serem encontradas as “gavetas de fundos necessários” para financiamento das medidas definidas.

No seguimento do acordo de parceria será criada uma estrutura de acompanhamento para a qual serão convidados a Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro, a Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, as Associações de Produtores Agrícolas, as entidades do setor de turismo, as estruturas pertencentes ao Sistema de Investigação Científica e Tecnológica e as Entidades Gestoras de Redes de Distribuição de Água.

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, referiu tratar-se de um projecto inovador e considerou que o facto de todos os municípios do PNSE estarem envolvidos é “determinante” para o sucesso do mesmo.

“É a primeira vez no país que se assina um contrato desta natureza. E que isso sirva de exemplo, porque a maior parte dos problemas que temos no território não têm fronteira administrativa (…) e, por isso mesmo, a sua solução deve ser a adequada ao território que o problema exige. E os recursos hídricos, como sabemos, também não têm fronteiras administrativas”, sublinhou Ana Abrunhosa.

A concluir o seu discurso, dirigindo-se aos autarcas envolvidos na parceria, a ministra afirmou: “Hoje, deram mais uma prova da vossa união por um bem maior. Hoje, cumpriram missão pública. Estarem unidos em torno de uma solução consensual é uma prova da vossa liderança, é uma prova em como não desistem do território”.

Na mesma sessão, usou da palavra o vice-presidente da APA, Pimenta Machado, que felicitou os municípios pela iniciativa e lembrou que a Guarda tem a particularidade de partilhar três bacias hidrográficas: Centro, Tejo e Norte.

 

LEIA TAMBÉM

Queijo Serra da Estrela é o quinto melhor do mundo para a TasteAtlas

O Queijo Serra da Estrela foi considerado o quinto melhor queijo do mundo num universo …

Dispositivo de protecção civil na Serra da Estrela pode chegar aos 100 operacionais

O Plano de Operações Nacional da Serra da Estrela conta, diariamente, com 18 elementos, um …