Home - Últimas - PJ deteve bombeiro por presumível crime de incêndio florestal na Sertã
Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve bombeiro por presumível crime de incêndio florestal na Sertã

A Polícia Judiciária, com a colaboração do Grupo de Trabalho para a Redução de Ignições em Espaço Rural do Centro e da Equipa de Protecção Florestal da GNR da Sertã, deteve, ontem, um homem, de 27 anos, pela presumível autoria de um crime de incêndio florestal, ocorrido a 4 de Julho, na Sertã.

A actuação do homem, actualmente no quadro activo de um corpo de Bombeiros Voluntários, colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, de habitações e a da mancha florestal com centenas de hectares. Sobre o mesmo recaem ainda fortes suspeitas de poder ser o autor de pelo menos, mais dois incêndios ocorridos no ano de 2022 próximo deste local.

O suspeito, presumivelmente com uso de chama directa, ateou o incêndio em zona de vasta mancha florestal, povoada com mato e pinheiro bravo, confinante com a zona urbana. O incêndio acabou por não assumir proporções mais gravosas devido à rápida e eficaz intervenção dos bombeiros da Sertã.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coacção.

 

LEIA TAMBÉM

Nelas recebeu “Selo Município Amigo da Juventude”

O Município de Nelas recebeu, na sexta-feira, a distinção “Selo Município Amigo da Juventude”, na …

Subida de temperatura e risco elevado de incêndios no interior nos próximos dias

Distrito da Guarda em aviso amarelo devido ao calor

O distrito da Guarda vai ser um dos que vão estar entre as 12h00 de …