Home - Últimas - Restauro do altar-mor da Igreja Paroquial de S. Miguel Arcanjo, concelho de Mangualde, está concluído

Restauro do altar-mor da Igreja Paroquial de S. Miguel Arcanjo, concelho de Mangualde, está concluído

As obras de conservação e restauro do altar-mor da Igreja Paroquial de S. Miguel Arcanjo, em Corvaceira, União de Freguesia de Tavares, Mangualde, estão concluídas. Este altar principal, com características barrocas (século XVIII) encontrava-se em mau estado, nomeadamente com abertura de juntas, fendas e fissuras.

As obras, que estiveram a cargo da empresa de Mangualde, Arqueohoje, permitiram, por exemplo, deixar visível pinturas originais com motivos vegetalistas nos três painéis da zona dos nichos, que antes estavam cobertas com camadas de tinta plástica.

Segundo o presidente da Irmandade de S. Miguel Arcanjo (Corvaceira), Rogério Marques, a intervenção que demorou três meses, custou cerca de 25 mil euros, tendo sido paga por duas emigrantes nos Estados Unidos da América, pelo Conselho Directivo dos Baldios de Corvaceira, União de Freguesias de Tavares e pela Câmara Municipal de Mangualde.

Além do altar-mor, foi contratado a um artista moldavo o restauro de três santos que também estão no altar, cujo trabalho foi pago com os contributos da população.

Durante a inauguração, o presidente da Câmara de Mangualde, Marco Almeida, acompanhado pelo vice-presidente, João Cruz, realçou que o município não pode ficar alheado da preservação do património do concelho. “Este é um bom exemplo de cooperação no qual o setor público e os privados se uniram para preservar algo que faz parte da nossa identidade, neste caso o património religioso.   É um investimento que vem no seguimento do que tem sido feito por todo o concelho na valorização e promoção do nosso património”, afirmou o autarca.

Na mesma linha, o presidente da União de Freguesias de Tavares, Alexandre Constantino, realçou que preservar o património deve ser uma obrigação de todos. “Trata-se de um altar que data do século XVIII que era importante preservar para poder ser apreciado e chegar às gerações vindouras”, justificou.

LEIA TAMBÉM

Nelas promove formação em suporte básico de vida e manuseamento de extintores aos auxiliares das Escolas do Concelho

O Município de Nelas promoveu, no dia 24 de Fevereiro, formação em Suporte Básico de …

Nelas isenta empresas da derrama até 150 mil euros

As empresas e comércio do concelho de Nelas vão ter isenção da derrama até 150 …